Muitas mulheres estão me escrevendo perguntando porque não estou escrevendo mais. Afinal, já não estou publicando textos com tanta frequência com a qual fazia antes. Não estou passando por nenhuma fase de crise criativa, não. Eu sou bem fértil e bem criativa. Mas, essas habilidades estão sendo puxadas, impelidas e direcionadas para outra direção. E eu senti que deveria compartilhar isso com vocês mulheres que vem sempre aqui procurar por textos, práticas, reflexões, meditações e vivências do Feminino.

O babado é o seguinte. Eu, que sempre costumei viver mergulhada no mundo espiritual, fui forçada a sair do confortável útero na Mãe Divina e ser parida à vida. Mas, que papo de mulher louca é esse? Veja bem….não estou querendo dizer que até este momento estive vivendo dentro de um templo apenas fazendo rituais para a Deusa e escrevendo para vocês entre meio. Apesar de isso, ser parcialmente verdadeiro…rsrs. A questão é que, apesar de eu estar sim, vivendo neste mundo, estudando, fazendo curso, ensinando e criando materiais, cursos, jornadas, meditações e atendendo mulheres, eu também estive fugindo de todo um mundo prático do qual não posso mais fugir.

Isso quer dizer, que tenho, nestes últimos meses, sendo acompanhada por mulheres e sim, homem maravilhosos que estão me ajudando a entender o mundo prático. Negócios. Dinheiro. Organizacional. Estruturação. Planejamento. Empreendorismo. Estou ouvindo muitos ensinamentos, estou testando muitas ferramentas, algumas novas para mim. Como algumas podem ter visto, agora tenho newsletter, onde pretendo conversar com vocês semanalmente ou quinzenalmente. Estou fazendo transmissões ao vivo na página do Devi Shala no Facebook. Quê? Você ainda não assinou a newsletter? Você nem ficou sabendo da transmissão? Vai lá, assina a newsletter e dá para assistir o vídeo na página. Vamos lá, estou saindo da minha zona de conforto por vocês!

Estou me mostrando. Estou compartilhando. Estou me expondo. Estou tentando te alcançar. Estou expandindo meus horizontes. Não é só por mim, não! É claro que eu preciso pensar de forma mais realista e madura e começar a construir um futuro em cima do meu trabalho. Sem perder o propósito ou a verdade, mas sim, levando esse propósito e a verdade para todas poderem usufruir. É claro que eu preciso viver no mundo mundano, afinal, eu tenho contas para pagar como você! Quem me dera viver só da Luz da Deusa! hahaha

Porém, eu desde que fiz 35 anos, um sinal de alerto começou a gritar dentro de mim. Eu preciso de estrutura. Eu preciso fazer com que esse que é meu sonho, meu serviço e meu desejo para as mulheres, seja também meu sustento, minha realização e minha fonte de tudo que eu também como mulher preciso. Desconstruir a idéia e crenças de sacrifício, martirização, sofrência, abnegação e desvalorização, para poder eu mesma, conseguir aplicar de forma mais sistêmica, realista e palpável em minha vida. Ver o Devi Shala crescer, mas ver a minha vida florescer também. Afinal, se eu estou feliz, vocês também estarão mais feliz!

E eu quero tudo! Eu quero ter tudo para o Devi Shala. Quero levar o melhor para vocês! Mas, também quero uma vida mais feliz, mais realizadora, sucesso e uma vida mais estruturada para poder construir minha família e poder usufruir mais a vida. Quem sabe, viajar ao mundo! Realizar mais meus sonhos pessoais, enquanto ajudo as mulheres a serem seus mais loucos sonhos! Eu também importo! E eu tinha me esquecido disso, enquanto estava ajudando as mulheres ao meu redor. Mas, tudo bem. São coisas que eu pisciana tenho que aprender. E estou aprendendo muito. E está sendo muito difícil. Enlouquecedor. Desafiador. E muito, mais muito entusiasmante! Adoro esses desafios e oportunidades que a vida está me trazendo. Mas, como tenho que ficar pensando em tudo que está por detrás das câmeras, não estou tendo sequer espaço para escrever para vocês. Porque estou no mundo prático e técnico. Refazendo as estruturações, tubulações, fundações e arremates do Devi Shala e da minha carreira como mulher e empreendedora.

Por isso que estive tão ausente. Estou mexendo em muitas crenças minhas, que achava que eu não merecia cobrar, que eu não merecia sucesso, que eu não podia ter tudo na minha vida. Que era o trabalho ou nada mais. Que era a espiritualidade e nada mais, porque senão estava profanando o propósito. Perdendo a pureza. Deixando de ser profundo. Mas, não! Não precisa ser assim. São tudo crenças e crenças estão aí para serem desconstruídas. Então, peço a sua paciência! Eu estou no fundo do oceano em uma caça ao tesouro. Eu estou com meus amigos e amigas, aliados e aliadas, percorrendo a estrada de tijolo amarelas e ainda não sei onde vou chegar. Estou percorrendo lugares desconhecidos, desconfortáveis e difíceis para mim. Mas, sei hoje, que nada será perdido, pelo contrário, muito será somado! O que eu desejo para você mulher continuará aqui, porque tudo que eu faço, estou eu INTEGRALMENTE E TOTALMENTE. Então, as mudanças vem para o bem.

Vocês verão muitas coisas mudando. Muitas coisas novas chegando. Muitas surpresas. Muitos presentes. Muito mais do sagrado, do feminino, das deusas e claro, muito mais de mim para você e de você para mim.

Estou aqui por você. Não te esqueci. Apenas estou dedicando um tempo maior a mim mesma e ao Devi Shala, para trazer futuras novidades para sua vida! Mais formas de autodesenvolvimento e empoderamento feminino! Aguarde!

Com amor,
Ana Paula Malagueta Gondim

Imagem: Arquivo pessoal
_________________________________
Copyright © Todos os direitos reservados.
ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto é protegida por Lei.
Para usar este texto entre em contato com a autora.

Pin It on Pinterest

Share This