Que sorte você ter conseguido! Que sorte você deu! Que sortuda você é! Meu bem, não tem nada a ver com sorte, tem a ver com intuição. Sabe, aquele algo dentro de você, que você tem a incrível sorte de possuir?! Sim, é dela que estamos falando.

Quando começamos a caminhar pelas trilhas da Espiritualidade Feminina, naturalmente, iremos nos deparar com os nossos próprios processos intuitivos, que começam aflorar, cada dia mais forte. Porém, muitas mulheres ficam muito confusas sem saber ao certo, se é intuição ou emoção. Se é intuição ou vontade pessoal. Se é intuição ou apenas um pensamento condicionado.

A primeira questão é que enquanto estivermos rodando em nosso furacão pessoal, será muito difícil olhar para o olho do furacão e ver a luz intuitiva deitar sobre nós sua sabedoria infinita. É necessário o cultivo do centramento interior e assentamento desse turbilhão para conseguir começar um trabalho sólido de preparar o terreno para a intuição poder crescer e desabrochar.

Conforme vamos incluindo em nossas vidas momentos de centramento, de aquietamento, de interiorização, vamos começamos a desenvolver a atenção plena sobre todos os processos que acontecem em nosso interior. Vamos começar a observar padrões e condicionamentos, confusões, emoções, pensamentos, desejos e vontades, e assim também, vamos começar a perceber outras coisas acontecendo por detrás de tudo isso. Como um pano de fundo. Como algo que brilha no fundo do mar.

E sim, essa é a intuição. Que sempre esteve lá. Era uma das coisas que voava ao seu redor, dentro do furacão, tentando chamar sua atenção. Mas, quando estamos na confusão e em excesso de estímulo direcionadas para o exterior, fica difícil abrir espaço para ela.

É um processo. É um caminho. É uma opção inclui-la na sua vida, em sua devida proporção. O mental e o intelecto são incríveis, mas, assim também o é a intuição e a imaginação. Somos mais completas quando fazemos essa ponte de conexão.

Imagem: Monika Muranyi
_________________________________
Copyright © Todos os direitos reservados.
ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto é protegida por Lei.
Para usar este texto entre em contato com a autora.

Pin It on Pinterest

Share This