Dentro de cada mulher há de existir muitas energias do feminino e expressões de si mesma. Ou seja, eu posso ser muitas mulheres diferentes. E, chega um momento, em que todas elas colidem. Este encontro pode ser como rever velhas amigas ou esse encontro pode ser explosivo, cheio de reclamações e frustrações, com mágoas de tempos imemoriais.

Tudo isso irá depender do quanto você conhece suas próprias energias e acima de tudo, do quanto você permite que elas possam fluir, manifestar-se e expressar-se de suas formas únicas e singulares. Cada mulher que habita em nós tem sua própria personalidade, dons, necessidade e forma de se expressar, assim como tem seu próprio ritmo.

Às vezes, eles podem se misturar como as cores em aquarela. Às vezes, elas podem discutir, porque não foram ouvidas e querem sua vez. Às vezes, elas podem unir forças e fazer a mais pura e bela mágica acontecer.

Dentro de cada mulher há todas as possibilidades do Feminino. A cada dia temos a chance de conhecer cada uma delas. Elas nos mostram para que vieram, de que forma podem nos ajudar e que pedaço de nós precisamos conhecer, usar e integrar. A cada 28 dias, elas vão trocando de lugar….a cada 7 dias, uma delas se torna mais presente, mais atuante e mais necessária. E precisamos ir de encontro a elas. Conhecê-las. Chamá-las para nossa casa. Elas são nossas amigas, parceiras. O relacionamento mais sério que teremos em nossas vidas. Com a gente mesma. Com o feminino. Com a natureza.

A sociedade deixou de entender essa natureza multipla e tão rica feminina. Deixou-se de ser ensinado, dentro das Tendas Vermelhas os Mistérios que cada uma tem para nos oferecer e nós temos para desvendar – vivendo-as. Por isso, que acabamos sendo chamadas de loucas, bipolares, emotivas, histéricas, descontroladas e tantos outros nomes, que me aborrecem só de lembrar, porque são taxativos e vem de um olhar patriarcal que não entende absolutamente nada do feminino e não ajudará em nada as mulheres a se conhecerem de verdade e serem Mestras de Si Mesmas.

Você não está louca! Não dê ouvidos a alguém que não sabe nada de você ou sequer te entende! A loucura nada mais é do que uma intervenção das Deusas e do Feminino em Nós. Todas chamando nossa atenção ao mesmo tempo. Essa loucura nada mais é do que um chamado. De que precisamos dar atenção. Precisamos estar mais presente em nós mesmas. Precisamos abrir espaço para esse feminino. Porque atrás dessa suposta loucura, estão as cortinas para a entrada do paraíso.

No Módulo 4, do Curso Online – Programa A Mulher Cíclica, iremos desconstruir o período pré-menstrual e toda a carga negativa que vem com ele.

Você ainda pode participar, começamos nesta sexta-feira!
http://devishala.com.br/cursos/

Imagem: desconhecido
_________________________________
Copyright © Todos os direitos reservados.
ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto é protegida por Lei.
Para usar este texto entre em contato com a autora.

Pin It on Pinterest

Share This