Praticar yoga é abrir-se para a vida e diferentes realidades que existem dentro de nós. Uma ferramenta, um caminho e uma meta, tudo junto, em uma única filosofia. Yoga é o caminho para dentro de si, para seu self e sua essência autêntica, sendo assim, também é um caminho de olhar para tudo que você é: luz e sombra. Para atravessar essas possíveis barreiras luminosas e sombrias que tendam desviar nossa atenção, temos que aprender a acolher e aceitar. Fazer isso com as partes de nós que gostamos é sempre fácil, porém, fazer isso com todo o nosso lixo é um grande desafio e muito recompensador.

O Yoga leva você ao cerne de todas as questões e dúvidas. Por dentro e através de todas as ilusões das nossas vidas.

Aceitar o corpo e o que ele pode fazer por você naquele momento, e não o que já fez antes e o que ainda poderá vir a fazer

Aceitar todas as maravilhas que habitam em nós, inclusive aquelas que podemos ter dificuldade para reconhecer. Muitas vezes, fica mais fácil olhar para uma outra pessoa e apontar tudo que ela é, elogiar e até invejar. Mas, veja bem, se você viu isso no outro é porque tem em você também. Não acredita? Deixa o yoga te mostrar pelo caminho…também há pérolas.

Aceitar todos os defeitos, problemas e falhas. Sim, porque enquanto você não assumi-las como parte de você, elas irão continuar te engolindo diariamente, e aparecendo em diversos momentos da sua prática como uma distração. E quanto mais nego, mais forte elas ficam. Então, abrace-as, dê a atenção que merecem e pronto. Tornaram-se inofensivas.

Aceitar que somos responsáveis pelas nossas vidas. O Yoga tira a gente do looping e armadilha do mimimi. Não dá para praticar yoga realmente se continuamos nos colocando como vítimas das circunstâncias, porque o yoga nos mostra que somos nós que criamos todas as circunstâncias. Yoga nos mostra que somos responsáveis a cada segundo por todas as ações que tomamos, conscientes e inconscientes. Esses são nossos karmas. Então, ao invés de ficar sentado lamentando, o Yoga nos mostra que temos que agir deliberadamente para criar novos karmas. De forma sincera, verdadeira, honesta e consciente. Então, mãos a obra!

Acredita que temos uma força de vontade imensa! Só estamos mal-acostumados a usá-la de forma negativa. Se criamos pensamentos negativos e destrutivos e estes tornam-se tão fortes, então, temos força para fazer exatamente o contrário. Se temos tanta força de vontade para ir atrás do que desejamos com relação à carreira e profissão, temos força para ir atrás de outras realizações, inclusive a pessoal e interior. Se temos força de vontade para nutrir diariamente uma vida indulgente, então, temos força o suficiente para sermos disciplinados e buscar nossa transformação pessoal. É tudo uma questão de mudar o foco.

Copyright © Todos os direitos reservados.

ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto é protegida por LEI.

Para usar este texto entre em contato com a autora.

Pin It on Pinterest

Share This