As Deusas são portais que atravessamos, porque são encontros iniciáticos. Como assim? Assim…ao encontramos com as Deusas através dos diversos níveis. Seja aprendendo, lendo e estudando sobre ela, sua histórias e seu mito, símbolos e contexto. Seja vivenciando ela através das jornadas, meditações e rituais. Seja sentindo ela, através da devoção. Seja ancorando-se nela, através dos nossos ventres e ancestralidade. Seja reverenciando e absorvendo ela, através da Espiritualidade. Estamos passando por todas as etapas de uma jornada iniciática. Desde a ruptura com o que antes era nosso mundo. A jornada rumo ao desconhecido e ao novo. A instrução neste novo paradigma, conhecimento, desenvolvimento e integração dela em nós. Dar significância e contextualizar ela em nossas vidas. Passagem pelos desafios e entrega. Momentos de mergulho e isolamento, para estar totalmente imersa nela. Confiar nas medicinas, dons, ferramentas, desafios, dons e bençãos que as deusas nos concedem, pois estamos sendo iniciadas nos seus Mistérios. Estamos sendo iniciadas no universo do feminino. Estamos sendo iniciadas dentro de nós mesmas.

Cada Deusa é um Portal para a Tenda Vermelha.
Cada Deusa é um Portal para o ventre da Terra.
Cada Deusa é um Portal para o submundo das nossas escuridões.
Cada Deusa é um Portal para os céus e para os ciclos da Lua.
Cada Deusa é um Portal para nossa mulher selvagem e primitiva.
Cada Deusa é um Portal para os Saberes Femininos.
Cada Deusa é um Portal para um templo da Deusa.

Cada Deusa é um Portal específico que atravessamos.

Um Portal que é uma abertura a um novo mundo. Ao mundo daquela deusa, que inserida em uma determinada cultura, assim está. E quando acessamos, abrindo esse Portal, estamos convidando toda essa ancestralidade para vir. Estamos nos abrindo para Ela. Porque o Feminino em si já é um portal.

A vagina.
O colo do útero.
O próprio útero.

Estamos sempre nos abrindo e nos fechando.

Cada Deusa é um Portal que cruzamos.
Cada Deusa é um Portal que corajosamente acessamos.
Cada Deusa é um Portal para adentrarmos nossos mundos interiores.
Cada Deusa é um Portal de cura do feminino, das ancestrais, da mãe, da filha, da esposa, da tia, das avós, das amigas, da Terra e de todas as relações.

Cada Deusa é um Portal e cada Portal tem seus véus para desnudar. Seus Vales da Sombra para atravessar. Suas maravilhas para reencontrar.

Cada Deusa é uma jornada inteira contida em si mesma. Ela é toda uma experiência. Ela é todas as nossas possibilidades de morrer e renascer.

Cada Deusa é um Portal por onde morremos.
Cada Deusa é um Portal por onde renascemos.
Cada Deusa é um Portal por onde nos revelamos mulheres

Cada Deusa é uma iniciação por si só e necessária.

Vamos atravessar esses portais juntas?

Últimos dias para vir se juntar à 8a turma da Jornada da Heroínas pelas Deusas e pelo Sagrado Feminino.

Inscrições somente por email: devisshala@gmail.com

Imagem: desconhecido
_________________________________
Copyright © Todos os direitos reservados.
ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto é protegida por Lei.
Para usar este texto entre em contato com a autora.

Pin It on Pinterest

Share This