Anatomia Sutil Feminina – O que nosso corpo está querendo nos dizer?

Dentro de nós há todo um emaranhado de sabedorias que estão em diversos níveis diferentes e que juntos, formam a nossa unidade. Diversas tradições trazem a sabedoria do que há por detrás do nosso corpo, como ele se comunica com a gente e como as nossas experiências, emoções, pensamentos e escolhas afetam o corpo físico. Criando uma ponte de comunicação interior, conseguimos então, desenvolver a habilidade de traduzir o que o nosso corpo está querendo nos dizer, e então, fazer todos os ajustes necessários para uma vida melhor, mais autêntica e saudável. Nada está separado. Tudo se conversa. Tudo interage. Tudo faz parte de uma grande sinfonia interior.

A Ginecologia Natural e o retorno ao Sagrado

A Ginecologia natural é um caminho de autoconhecimento, autodescoberta, autocura e autotratamento. Onde aprendemos através da escuta, da conexão, do silenciamento e da profundidade interior, para assim, desenvolvermos o máximo de consciência sobre nós mesmas e aprender a nos tratar e curar da forma mais natural possível. É um convite é nos tornarmos especialistas de nós mesmas, como diz Liliana Pogliani, ginecologista natural. Naturalmente, é um caminho de resgatar as sabedorias das avós, que tinham um chá, uma erva, um banho de assento, um tratamento natural e uma sabedoria para cuidar de todos os males. É apenas uma forma de lembrar aquilo que esquecemos. Há muitas formas de cuidados e tratamentos que variam de lugar para lugar. Vamos usar as sabedorias do nosso solo sagrado e tudo que estiver mais ao nosso alcance.

De uma forma simples, a Ginecologia Natural procura devolver a nós, mulheres, a capacidade de se ouvir, se conhecer, entender os sinais do corpo e acima de tudo, desenvolver sua forma única de viver melhor. Assim, vamos descobrindo que tudo é criado por nós. Essa é a força e capacidade da energia do feminino – ela cria, gesta e pari, ou seja, manifesta a sua criação. Isso, vai para todos os lados. Afinal, como Cristina Cairo diz, em seu livro Linguagem do Corpo: O corpo é o reflexo daquilo que acreditamos […] e toda e qualquer doença é gerada pelo sofrimento, atritos, conflitos de toda espécie e perturbações emocionais. E são esses que desejamos acessar, quando começamos a nos sintonizar e relacionar com nossos corpos sagrados. Através de um sintoma e de uma doença vamos mergulhar em busca da raiz da causa. E no dia-a-dia, iremos usar essa mesma escuta fina com todos os nossos sentidos como uma forma de prevenção, mais do que isso, de viver em plena saúde e alinhamento com a nossa essência.

Eu costumo dedicar pelo menos 1 aula inteira, tanto dentro do curso regular de Círculo de Mulheres, quanto no Workshop dos Saberes Feminino sobre esse tema, onde passamos por cada parte do corpo, conhecendo e levantando algumas das consciências, características e possibilidades do útero, dos seios, da vagina, cérvix, vulva, trompas, ovários etc. No entanto, você já pode começar a fazer essa investigação desde já. Você só precisa estar disposta a fazê-lo!

LOGO DEVI SHALA IMG 200pxEXERCÍCIO SIMPLES, RÁPIDO E FÁCIL

Então, um exercício simples, que você pode fazer diariamente é dar espaço para tocar, sentir e ouvir seu corpo. Nós podemos começar a fazer isso, fechando os olhos e procurando levar a respiração primeiro para o útero. Familiarizar-se com o espaço uterino, buscando abrir-se para perceber como este se sente, como está a energia e se tem algo que você precisa saber. A partir dele, posso ir, dia após dia, conhecendo todas as partes do nosso corpo. Todas tem uma consciência, uma sabedoria, sua própria energia, potencialidades e necessidades. Como se estivéssemos conhecendo cada integrante de uma grande orquestra. Gilles Marin, em Os Cinco Elementos e as Seis Condições comenta que cada parte do corpo tem uma função, que, por sua vez, tem um significado para o eu emocional. E nesta maravilha que é nosso corpo temos a oportunidade de nos conhecer melhor, sermos melhor e encontrar o caminho da nossa felicidade e realização individual.

Receita: A Mulher Cíclica

Pingar os óleos essenciais em uma base de óleo essencial de Prímula:

  • Sálvia Esclaréia
  • Gerânio
  • Tomilho
  • Sândalo
  • Jasmin ou Rosa

Cada uma desses óleos essenciais irá trabalhar com o equilíbrio e regularização dos hormônios. A Sálvia irá ajudar a equilibrar a produção de estrogênio no corpo; o tomilho irá ajudar a equilibrar os níveis de progesterona; o Gerânio é um hormone-like ou seja, equilibra os hormônios femininos; o Sãndalo ajuda a balancear os níveis de testosterona (sim, a mulher produz nas suprarrenais e nos ovários); a Rosa é um daqueles óleos incríveis que ajudam a nos harmonizarmos com o feminino. Eu já venho usando essa receita com um certo sucesso. É impressionante como a diferença é bem perceptível. Experimente você também!

Imagem: Meagan Segal
_________________________________
Copyright © Todos os direitos reservados.
ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto é protegida por Lei.
Para usar este texto entre em contato com a autora.

Pin It on Pinterest

Share This