Imagine que quando você nasceu, além de tirarem a fotinho de você como uma bebê super fofa, também tiraram uma foto que registrava a situação do céu. Naquele momento, é como se tudo tivesse parado por um instante. Tivesse sido congelado. Uma grande sinfonia naquele momento foi criada, a sinfonia da sua alma, da sua existência, da sua chegada neste plano. Diz-se que o Universo foi feito em perfeita Harmonia, e que o Mapa Astral é a partitura do instante de seu nascimento. E este, também é por si só a mais pura perfeição. Porque quando nascemos, começamos a fazer parte da Ordem Cósmica, do ritmo do Universo e começarmos a fazer parte da tessitura que nos une a todos, no momento exato da nossa primeira respiração.

Assim sendo, o Mapa Natal é aquele instante que marcada nossa chegada. O momento em que nascemos. Naquele horário. Naquele local. Naquele país. Daqueles pais. A partir daquele momento, nossa existência começa e quando olhamos para nosso Mapa, vemos que lá temos nosso Guia de viagem nesta vida. Imagine onde encontramos todas as dicas, todas as facilitações, todos os lugares onde iremos nos sentir bem, onde encontraremos dificuldade pelo caminho, nossos obstáculos e também as formas de superá-los. Ali, iremos encontrar nossa essência, nossa identidade, nosso propósito e as formas que tudo isso pode ser vivenciado. É um convite ao mais profundo aprendizado de nós mesmos.

Sendo assim, a Astrologia em si, é essa ciência incrível que irá nos ajudar a investigar, conhecer e re-conhecer como as ações dos corpos celestes nos influenciam e como nós reagimos a essas influências. Ali, encontraremos um mapeamento completo de atuação das mais diversas áreas de nossas vidas, do mais íntimo as nossas interações com os demais, nas mais diversas situações. Cada planeta, cada signo, cada casa e cada aspectos que fazem entre si e todos os demais ângulos e profundidade de análise, leva-nos a procurar vislumbrar melhor quem somos, para onde podemos ir e qual nosso propósito e missão aqui nesta existência específica. Mas, também é, segundo Anna Maria Costa Ribeiro, uma arte da mágica e misteriosa linguagem cósmica, quando o céu reflete-se no homem, O astrólogo seria, então, o intérprete e tradutor dessa linguagem. […] com a responsabilidade de transmitir o propósito dos astros. É por si só, uma grande aventura. Uma oportunidade de conseguir entender de onde vem tudo aquilo que nós já vamos observando em nossas vidas. Conseguimos entender, porque agimos diferente em determinadas situações. Porque nos sentimos mais atraídos por algumas áreas da vida, onde nos sentimos mais nós mesmos e porque temos sempre os mesmos desafios. É um guia de exploração, investigação e pesquisa profunda. Onde nós somos o objeto, o meio e o fim dessa aventura. Em nós encontramos todos os problemas. Em nós encontramos todas as soluções. Em nós encontraremos as respostas as perguntas que já viemos fazendo há tempos!

A Astrologia é a mãe da Astronomia e durante muitos anos ambas foram uma só ciência. Agora a Astronomia é uma ciência de distâncias, magnitudes, massas, movimentos, velocidades, localizações e assim por diante, com base em observações feitas com instrumentos como o telescópio. A Astronomia pode assim ser denominada uma ciência “objetiva, enquanto a Astrologia deve ser denominada uma ciência “subjetiva”, já que observa os estímulos que esses posicionamentos provocam no plano físico. Portanto, o levantamento do horóscopo é, na verdade, um processo astronômico, a avaliação, descrição e interpretação do horóscopo é um processo astrológico. 1

Então, através da Astrologia e do Mapa Natal conseguimos o mapa para nos guiar nessa jornada que é a vida e no entendimento dos processos da vida com seus ciclos, com os desafios, com as conquistas e facilitações, com os relacionamentos internos e externos, com as diversas dinâmicas de todas as áreas e processos cíclicos da vida. Porque através do Mapa temos a plena consciência da ciclicidade de tudo – que se repete constantemente, mas nunca da mesma forma. Estamos em um constante aprendizado e através da Astrologia conseguimos caminhar com mais propriedade, pois saberemos melhor sobre nós mesmos – luz e sombra e como ultrapassar períodos de maior dificuldade e aproveitar melhor os momentos de bênçãos celestes!

Aventure-se!
Faça seu Mapa Astral e finalmente, tenha em mãos o guia da sua vida!

_________________________________________________________

  1. Apostila Nível 1, Semestre 1, bloco fundamental, básico/fundamentos. Gaia – Escola de Astrologia.

 

Copyright © Todos os direitos reservados.

ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto é protegida por LEI.

Para usar este texto entre em contato com a autora.

 

Pin It on Pinterest

Share This